Os perigos de ser um workaholic


30 de janeiro de 2021 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Dicas profissionais



Os perigos de ser um workaholic

Os perigos de ser um workaholic. Em épocas da frase ‘todo mundo conectado”, o trabalho em excesso deve ser um assunto em pauta no ambiente profissional. Veja agora o post e entenda.

Os perigos de ser um workaholic

No atual momento da sociedade é importante que você entenda e saiba reconhecer os sinais de que sua dedicação ao trabalho está em excesso ou se você está tão atrelado ao trabalho que não consegue parar de trabalhar.

Bom, primeiramente é importante você entender o que é o termo workaholic. Existem muitas definições, porém a mais simples para você entender: é a pessoa que adora excesso de trabalho.

Você conhece pessoas que adoram trabalhar demais? Sabe aquela pessoa que você manda e-mail as três e meia da madrugada e ele te responde? Pois é, essa pessoa possui traços de ser um workaholic.

Mas, qual o problema de ser um workakolic? Bom, para muitos parece até ser “legal” trabalhar em excesso, pois isto pode demonstrar comprometimento e a busca por resultados na empresa ou na carreira, não é mesmo?

O fato é que os workaholics, tem forte tendência de se tornar uma pessoa estressada e aí está o grande problema. Começar a desenvolver doenças psíquicas.

De acordo com diversas pesquisas realizadas por vários institutos renomeados tanto nacional quanto internacional, sabe-se que o brasileiro é uma das populações mais estressadas do mundo.

E quais os perigos de ser um workaholic? Vários, dentre eles: se tornar um “estressado”, possuir problemas emocionais, problemas com postura, insônia, irritabilidade, grosseria no trato com as pessoas, problemas de pressão alta, dentre outros itens.

Recomenda-se que você leve uma vida equilibrada em todos os sentidos, inclusive em sua vida profissional.



Comentários